Domingo, 25 Setembro 2022

 

 

Horário da Secretaria (de 2ª a 6ª)

de abril a setembro: 13.30h às 19.30h

de outubro a março: 13.30h às 19.00h

[ver - datas de Reuniões Ordinárias 2020]

Benção aos Barcos

Caros conterrâneos e amigos faço votos para que tenham tido uma excelente quadra Pascal, num mês de abril em que se comemorou os 48 anos da revolução dos cravos. Data esta na qual atingimos direitos e valores pelos quais, hoje, aqui na Europa, se luta, literalmente, a ferro e fogo para que haja liberdade e onde, todos os dias os Direitos do Humanos são violados. Por isso, nunca é demais lembrar abril.

No dia 1 de abril, na companhia do Vice-Presidente da Câmara Manuel Vitorino e com a Presidente da Associação dos Armadores de Pesca de Castelo do Neiva visitamos as instalações da lota, os armazéns de pesca e o posto de combustível disponível para os pescadores.

Desta visita foram abordados vários temas:

A necessidade de manter as instalações sanitárias da lota de porta aberta, uma vez que não consideramos suficiente estarem disponíveis com a necessidade de levantar a chave na receção da lota.

Também foi demonstrada a necessidade de apoiar outras áreas ligadas ao mar e à pesca já instaladas na freguesia.

Foi verificado o local para a colocação de um ponto de recolha de resíduos resultantes da pesca.

Agradecemos ao Vice-Presidente Manuel Vitorino a disponibilidade demonstrada.

No dia 3 de abril, e passado dois difíceis anos, voltamos a participar na procissão do Senhor aos Enfermos.

Foi com muita alegria e satisfação que assistimos à dinâmica da nossa comunidade, que se uniu em laborioso trabalho para embelezar as ruas com tapetes floridos e colchas à janela, e principalmente por acompanhar de forma significativa todo o percurso da procissão. Parabéns a todos os intervenientes e na pessoa do Padre Xavier agradecemos à paroquia o convite feita à junta de freguesia.

No dia 20 de abril estive com o tesoureiro, Paulo Lages, na escola EBI de Castelo do Neiva a participar numa aula, na qual respondemos às questões colocadas pelos alunos.

 

 técnico da Câmara Municipal deslocou-se à praça em frente ao campo de futebol para fazer uma avaliação sanitária das árvores lá existentes.

No dia 21 a pedido da junta de freguesia um técnico da Câmara Municipal deslocou-se à praça em frente ao campo de futebol para fazer uma avaliação sanitária das árvores lá existentes. O pedido da Junta de freguesia teve a ver com a queda de duas árvores em poucos meses. Foi medida a densidade das restantes árvores ficando registado que não há perigo nas restantes. No entanto, e devido ao facto de ter existido uma grelha em inox no pé das árvores, e estas terem crescido condicionadas ao diâmetro dessas peças ficaram atrofiadas e outras apresentam outro tipo de patologias. Assim foi solicitado pela Junta de Freguesia a substituição das 12 árvores por uma espécie mais adequada ao local.

No dia 22 de Abril realizou-se a Reunião Ordinária da Assembleia de Freguesia. Aqui foram apreciados e aprovados o Relatório de contas do ano 2021 e a 1ª Revisão do Plano e Orçamento de 2022

 

Benção aos Barcos

No dia 24 de abril o Presidente da Câmara, Luís Nobre, participou na cerimónia da Benção dos Barcos. Foi com muita satisfação voltar a assistir a esta cerimónia depois de estar interrompida durante o tempo de pandemia. Deixo aqui os parabéns à paróquia e à equipa que organizou o evento. Deixo também um agradecimento pois esta cerimónia contribui também para a promoção do nome de Castelo do Neiva e está a despertar interesse cultural e religioso fora da terra.

No dia 26 os presidentes de junta Independentes e o Presidente da Câmara reuniram-se em Castelo do Neiva. Estas reuniões acontecem antes das reuniões da Assembleia Municipal e serve para discutir os assuntos mais relevantes da atualidade do Município e das freguesias.

 

No regulamento do cemitério, no Artigo 36.º que define os prazos de realização de obras diz o seguinte:

 

  1. Salvo em casos devidamente justificados, a construção de jazigos particulares e o revestimento das sepulturas perpétuas, bem como o arranjo dos passeios deverão iniciar-se no prazo máximo de 60 e 30 dias respetivamente a contar da data da emissão do respetivo alvará de licença ou autorização de revestimento da sepultura.

 

  1. Caso não sejam respeitados os prazos concedidos, caducará a concessão, com perda das importâncias pagas, revertendo ainda para a Junta de Freguesia todos os materiais encontrados na obra.

 

Por isso, e uma vez que há muitos lugares de sepultura onde ainda não foi colocada a pedra de revestimento, a junta irá iniciar o processo de reversão sem que tenha de devolver qualquer importância.

Assim, solicito a todos os concessionários que procedam à colocação da pedra de revestimento o quanto antes. Lembro também que qualquer obra no cemitério está sujeita ao pagamento de uma taxa por parte dos marmorista.

Mensagens Anteriores

PREVENÇÃO (COVID-19)

Cartaz - Recomendações Gerais COVID-19