Segunda, 21 Agosto 2017

concluída a pavimentação da Rua do Conticho e parte da Travessa do Conticho

Com o término do mês de abril termina também uma época recheada de festividades e comemorações que marcam o quotidiano de Castelo do Neiva. De facto, a época pascal é vivida de uma forma intensa pela comunidade Castelense. Não só a que reside permanentemente, mas também por alguns emigrantes que aproveitam estas datas para visitarem os seus familiares e a sua terra natal.

Como é habitual, também a junta de freguesia direcionou esforços para assinalar a Páscoa; Quer na limpeza das ruas da freguesia, na colocação de cruzes decoradas com a cor a condizer com a época ou na representação em vários eventos religiosos.

Castelo do Neiva pôde assistir a vários momentos religiosos, que sendo grande manifestação de fé, pessoalmente considero de interesse cultural para a freguesia. Para isso, mérito seja dado ao Padre Xavier Moreira e a todos os quantos com ele trabalhou nos preparativos e na realização de todos os eventos que decorreram a longo da época Pascal.

É o caso da procissão do Senhor aos Enfermos, realizada na manhã do domingo dia 2 de abril, antecedida da realização, na noite de véspera, dos tapetes floridos nas ruas, e da realização da Via Sacra que de uma forma teatral contribuiu, e muito, para o engrandecimento da Páscoa em Castelo do Neiva.

Todas estas manifestações têm como ponto alto a visita pascal no domingo de Páscoa, na segunda feira e no domingo de pascoela, que mais uma vez culminou com a cerimonia, pequena mas com muito significado, da bênção dos barcos, desta vez contando com a presença do Presidente da Câmara, revelando a importância desta esta cerimonia para a comunidade Castelense.

No dia 3 de abril realizou-se a Reunião Ordinária da Assembleia Municipal. Entre vários pontos foi apresentado o relatório de atividades e prestação de contas de 2016 e revisões orçamentais da Câmara Municipal e dos Serviços Municipalizados e de Saneamento básico de Viana do Castelo.

Estão terminadas as obras, da colocação de um ecoponto enterrado na avenida central junto do espaço comercial do Sr. Adriano Pires. Esta obra, a cargo dos Serviços Municipalizados consistiu na colocação do ecoponto, acompanhado pelo alargamento do parque de estacionamento e a construção de um passeio. Devido à passagem de tubagem de telecomunicações no subsolo e da existência de cabos elétricos aéreos, a localização do ecoponto teve de ser desviada relativamente ao projeto inicial. Esta obra foi suportada financeiramente pelos Serviços municipalizados, tendo a Junta de Freguesia unicamente contribuído para o revestimento dos degraus fruto da negociação da cedência de terreno para alargamento do parque de estacionamento e para a construção do passeio.

Ao mesmo tempo, o proprietário levou a cabo ao revestimento da entrada das lojas, mas, como é óbvio, esta intervenção ficou a cargo do proprietário. Desta forma, para além da instalação de um ponto de recolha seletiva de resíduos, a junta de freguesia procurou melhorar o estacionamento que pelo seu deficiente desenho e dimensões reduzidas provocava a ocupação perigosa de parte da via.

No dia 26 de abril realizou-se, no centro cívico, a Reunião Ordinária da Assembleia de Freguesia. Dos vários pontos da ordem de trabalho destacou-se a Apreciação e votação dos documentos do relatório e contas do ano de 2016 e a Apreciação e votação da 1ª revisão do Plano e Orçamento de 2017.

Está concluída a pavimentação da Rua do Conticho e parte da Travessa do Conticho. Fica assim resolvida uma pretensão de há vários anos. Esta artéria tinha sido alargada há cerca de 12 anos e depois de tantos anos em terra só agora é que se pavimentou. Foi um enorme esforço desta junta de freguesia para acabar de vez com a lama e o pó que os moradores, ano após ano, estiveram sujeitos.

A Junta de Freguesia solicitou à Câmara Municipal a substituição de vários sinais de transito que se encontram degradados pelo sol tornando-os ilegíveis. Foram pedidos, também, vários espelhos para locais com má visibilidade. Aproveitou-se a deslocação do técnico da Câmara Municipal, para este efeito, para estudar uma nova postura de transito na Rua de Matos. O sentido único nesta Rua causa algum embaraço aos moradores no acesso às suas casas. O objetivo do sentido único seria evitar conflitos do cruzamento dos autocarros escolares com os veículos ligeiros. No entanto, depois de várias queixas dos moradores verifica-se que o problema não está na circulação de ligeiros uma vez que a rua tem largura suficiente para a circulação nos dois sentidos. Assim, um técnico da Câmara Municipal deslocou-se ao local no intuito de colocar sinalização para a proibição da circulação de autocarros e alteração da via para dois sentidos, evitando que os moradores tenham de percorrer uma grande distancia para entrar em casas com os seus veículos.

Está mesmo a terminar a pavimentação prevista da Rua Srª da Boa Sorte

Está mesmo a terminar a pavimentação prevista da Rua Srª da Boa Sorte. Embora seja necessária uma intervenção entre ao local da obra e a avenida da praia, o certo é que vai ser possível a circulação automóvel onde a passagem de um carro era impossível.

A Junta de Freguesia manifestou ao Presidente da Câmara o interesse em que o edifício da antiga Escola Fieiros do Mar seja doado à Freguesia. Com a posse deste prédio, a Junta de Freguesia crê estar em condições de transformar o edifício num centro de apoio aos idosos. Numa fase inicial seria transformado em centro de dia e, se se reunirem condições, num lar de idosos.

É certo que, nos últimos anos, o apoio para a construção deste tipo de infraestruturas tornou-se muito difícil. No entanto, visto que o estado do edifício da antiga escola torna mais fácil a sua adaptação, o custo será muito mais reduzido do que uma construção de raiz. Entretanto está a ser elaborada uma candidatura para a obtenção de fundos para suportar a obra necessária no edifício existente. Estão lançados assim, os primeiros passos para um projeto ambicioso, mas que Castelo do Neiva tanto necessita.

 

 

 

 

AVISOS

Pedimos a todos, em geral, que não coloquem nas bermas das ruas, dunas ou terrenos públicos todo o tipo de lixo, em especial os considerados monstros (sofás, frigoríficos, colchões, móveis, etc...) Podem ligar para o número 808 200 282, é grátis, porque a recolha é feita gratuitamente. Não devem colocar, também, material vegetal nos contentores, por exemplo: relva e ramos de árvores. Este comportamento está sujeito a multa.

Avisos

Água pública: - Se detetar ruturas nas condutas de abastecimento de água pública ligue para os serviços municipalizados através do número 258 806 900 ou para a Junta de Freguesia 258 028 256 identificando a rua e local da rutura.

Iluminação pública: - Se detetar avarias na iluminação pública ou lâmpadas fundidas ligue para o número das avarias da EDP 800 506 506, identifique o local. Se passados cinco dias a avaria persistir ligue para a Junta de Freguesia – 258 028 256 – identificando a rua e número de porta.

Taxas de sepulturas – Se ainda não efetuou o pagamento, do ano de 2017, da taxa anual de 10€ para sepulturas e 25€ para jazigos dirija-se à Junta de Freguesia para a liquidação das mesmas.

Ajude a manter a freguesia limpa: A Junta de Freguesia apela a todos os proprietários que confrontem com linhas de água que proceda à sua limpeza, pois é da responsabilidade dos mesmos a sua manutenção e limpeza.

Sendo Castelo do Neiva uma freguesia grande não é possível efetuar a limpeza das ruas em tempo útil pretendido. Apela-se, portanto, a todas a pessoas que queiram ter a gentileza de limpar as bermas e valetas junto às suas propriedade, que liguem para a Junta de Freguesia – 258 028 256 – e o material resultante será recolhido.